Sherry - First One

Provérbios Japoneses

Saru mo ki kara ochiru : O macaco também cai da árvore = Mesmo um expert pode falhar de vez em quando.

Tamerunara wakagi no uchi : Endireite o galho enquanto a árvore é nova = É preciso corrigir os defeitos e maus hábitos enquanto é jovem, pois fica mais difícil depois de adulto.

Ki ni yotte uo o motomu : Procurar um peixe em cima da árvore = Não se alcança o objetivo sem os meios adequados.

Yanagi ni kaze to ukenagasu : Saber lidar com o oponente, em vez de desafiá-lo (assim como o salgueiro,cujos ramos se flexionam com a força do vento).
Yoraba taiju no kage : Se é para buscar abrigo, que seja sob uma árvore grande = É melhor depender de pessoas ou grupos que tenham mais poder.

Yakebokkui ni hi ga tsuku : Pegar fogo em lenha queimada = Reacender uma paixão antiga.

Kane no naru ki : Uma fonte de lucro fácil. Era como os propagandistas da migração japonesa para o Brasil se referiam ao cafeeiro.

Ki o mite mori o mizu : Ver a árvore, mas não a floresta = Deter-se no detalhe e não enxergar o todo.

Udo no taiboku : Grande, mas inútil.

akeuma no tomo - amigo íntimo (desde criança, quando brincavam com cavalinhos de bambu).

Bajitoofu - literalmente, " vento de primavera em orelhas de cavalo". Significa não dar ouvidos, mostrar total indiferença.

Jajauma - cavalo indócil, mulher cruel, megera.

Yajiuma - espectadores curiosos,bisbilhoteiros.

Uma no mimi ni nenbutsu - "rezar no ouvido do cavalo". Metáfora utilizada numa situação em que falar é inútil.
Uma ga au - dar-se bem, harmonizar.

Mago ni mo ishoo - qualquer um pode parecer bonito se cuidar da aparência externa.

Uma no wa notte miyo hito ni wa sotê miyo - se quiser conhecer um cavalo, monte nele; se quiser conhecer uma pessoa, conviva com ela.

Uma o ushi ni norikaeru - trocar o cavalo pelo boi = deixar uma coisa boa por outra inferior (porque o cavalo é mais rápido)

Choochin o motsu : Segurar a lanterna para os outros = Servir de instrumento a alguém, adulá-lo.

Choochin ni tsurigane : Literalmente, lanterna de papel e sino suspenso. Embora as duas coisas tenham um aspecto similar, são completamente diferentes qunto ao uso e ao material. Daí, esta expressão significa " não combinar bem."

Roosoku wa mi o herashite hito ni tsukuru : A vela se consome para servir às pessoas.

Toodai moto kurashi : Não enxergamos bem a parte abaixo do castiçal que não é alcançada pela luz. Por extensão, tudo aquilo muito próximo de nós dificulta a percepção ou compreensão.

Tooka shitashimu no aki : Outono é a época mais apropriada para leitura à luz do candeeiro, pois é quando as noites são mais compridas.

Sake wa hyakuyaku no Choo : Quando consumido adequadamente, saquê é melhor do que qualquer remédio.

E ni kaita mochi : Algo sem utilidade prática (como um bolinho de arroz pintado num quadro, que não dá para comer).

Ryuu no hige o Ari ga nerau : A formiga que encara o dragão. Metáfora do mais fraco que, sem consciência de sua própria limitação, tenta opor-se ao mais forte.

Ryuu wa issun nishite shooten o ki ari : O gênio se manifesta já na infância.

Garyoo tensei : Literalmente, "finalizar os olhos da pintura de um dragão". Refere-se genericamente ao toque final que falta para a conclusão de uma coisa.

Tooryuumon : Porta de entrada para o sucesso.

Ryuutoo dabi : "Cabeça de dragão, cauda de serpente" = Uma coisa que começa com todo vigor, mas não dura muito (assim como o dragão, cuja cabeça impressiona, mas a cauda nem tanto).

Sewa o yaku : cuidar diligentemente de alguém.

Sewa ga yakeru hito : pessoa que dá muito trabalho.

Te o yaku: ter aborrecimentos = ter dificuldades de lidar com algo.
Yakimochi o yaku : ter ciúmes.


Mune ga yakeru : ter azia.

Oni ni kanaboo : Significa "da melhor", "mais que perfeito" = O Oni (demonio da mitologia japonesa) já é forte; com um bastão de ferro, fica ainda mais forte.

Oni no inu ma ni sentaku : Relaxar na ausência daquele que mete medo = "Quando o gato sai, o rato faz a festa".

Oni ga deruka jya ga dekura : Utiliza-se quando é difícil prever o que poderá acontecer em seguida.

Oni no kakuran : Doença que atinge alguém que aparentava ter ótima saúde.

Oni no kubi o totta yoo : "Como se houvesse arrancado a cabeça do oni". Ou seja, "como se fosse um grande feito".

Oni no me ni mo namida : O Diabo também chora. Isto é, mesmo os mais brutos podem se revelar sensíveis.

Oni mo juuhachi bancha mo debana : Até o Oni era bonito quando moço = Tudo é bom no seu momento ideal.
    Fonte: São Paulo Shimbun

1 comentários:

Helton Yuji Yamamoto disse...

このウエブサイトはとてもじょうぞです、 おめでとうございます!

山本エルトン

Postar um comentário